Ir para o conteúdo

Prefeitura de Cafelândia-SP
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Carta de Serviços
Atualizado em: 13/10/2021 às 11h41
TELEFONE
PRESENCIAL
Assistência Social
Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família - PAIF
O PAIF deve ser ofertado no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e tem como competência principal a promoção da proteção à família de forma integral nos territórios, uma vez que atua de modo proativo, preventivo e protetivo, sob o reconhecimento de que as inúmeras questões sociais que abrangem esses grupos superam a dimensão econômica e exigem intervenções que trabalhem aspectos objetivos e subjetivos relacionados a função e a importância da esfera em evidência e ao direito à convivência familiar.
 
A definição, segundo a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais é a seguinte:
 
"O Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF consiste no trabalho social com famílias, de caráter continuado, com a finalidade de fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura de seus vínculos, promover seu acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida. Prevê o desenvolvimento de potencialidades e aquisições das famílias e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de ações de caráter preventivo, protetivo e proativo." 
     
Clique para ler tudo
Avaliar Serviço
Baixar PDF
Baixar PDF
Serviço para:
CIDADÃO
Formas de Acesso
Telefone Presencial

Presencial:
Centro de Referência e Assistência Social - CRAS
Rua Oswaldo Burghetti, 119 esquina com a Avenida da Saudade
Telefone: (14) 99886-3257
 
Documentação
RG, CPF e um telefone para contato.
Custos
Gratuito
Etapas do Serviço
O PAIF é um serviço ofertado no Centro de Referência e Assistência Social - CRAS do município e tem como base o acompanhamento das famílias em situação de risco e vulnerabilidade social.
As ações executadas pelo PAIF podem ser individuais ou coletivas. Conheça algumas delas abaixo:
 
ACOLHIDA: Ação fundamental do PAIF, é o momento inicial para compreender os vários significados das demandas, vulnerabilidades e necessidades das famílias ou indivíduos. É a ocasião para fornecimento de informações sobre as ações do CRAS, sobre a rede socioassistencial e demais políticas setoriais, por isso a acolhida pode ser individual ou em grupo. É uma atividade realizada exclusivamente por profissional de nível superior da equipe de referência.
 
OFICINA COM AS FAMÍLIAS: São encontros planejados e organizados, voltados para a concretização de objetivos de curto prazo, que devem ser conduzidos por técnicos de nível superior do CRAS. As oficinas podem levar a uma reflexão sobre determinados temas que sejam de interesse das famílias, podendo serem propostos por elas próprias. Pela sua potencialidade, é uma das ações mais importantes do PAIF;
 
AÇÕES COMUNITÁRIAS: São ações voltadas para alcance de objetivos no território, de uma forma geral, e possibilita alcançar um número maior de pessoas do que nas oficinas. Favorecem a comunicação, a mobilização social e o protagonismo, além de fortalecer os vínculos na comunidade e a participação cidadã. É um instrumento de destaque na prevenção de situações de vulnerabilidade;
 
AÇÕES PARTICULARIZADAS: São os atendimentos que a equipe técnica realiza de forma individualizada, para a família ou algum membro desta. Essa ação é de indicação do (a) técnico (a) que fez a acolhida ou a pedido da família, devido a alguma situação que requeira sigilo; pode acontecer no CRAS ou em domicílio;
 
ENCAMINHAMENTOS: São procedimentos para orientar e conduzir famílias e indivíduos a outros serviços do SUAS ou de outras políticas públicas. Os encaminhamentos promovem o acesso aos direitos de cidadania, quando feitos de forma efetiva. Essa ação requer normatizações e fluxos de atendimento, além de contatos permanentes com os outros serviços socioassistenciais e os outros setores, a fim de retorno sobre o atendimento.
Requisitos
O acesso ao serviço pode se dar através das buscas ativas da equipe técnica do CRAS ou por procura espontânea das próprias famílias. É importante ressaltar que o público alvo desse serviço são as famílias em situação de risco e vulnerabilidade social.
Justificativa
A Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais diz que o público-alvo do PAIF é formado por famílias em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, do precário ou nulo acesso aos serviços públicos, da fragilização de vínculos de pertencimento e sociabilidade e/ou qualquer outra situação de vulnerabilidade e risco social residentes nos territórios de abrangência dos CRAS. Cabe ressaltar que o acesso pode se dar através das buscas ativas realizadas pela equipe ténica do CRAS ou por procura espontânea da própria família, logo, elenca os seguintes objetivos para ele:
 
- Fortalecer a função protetiva da família, contribuindo na melhoria da sua qualidade de vida;
- Prevenir a ruptura dos vínculos familiares e comunitários, possibilitando a superação de situações de fragilidade social vivenciadas;
- Promover aquisições sociais e materiais às famílias, potencializando o protagonismo e a autonomia das famílias e comunidades;
- Promover acessos a benefícios, programas de transferência de renda e serviços socioassistenciais, contribuindo para a inserção das famílias na rede de proteção social de assistência social;
- Promover acesso aos demais serviços setoriais, contribuindo para o usufruto de direitos;
- Apoiar famílias que possuem, dentre seus membros, indivíduos que necessitam de cuidados, por meio da promoção de espaços coletivos de escuta e troca de vivências familiares.
Previsão de Atendimento
Até 1 (uma) hora.
Prioridades de Atendimento
Público Prioritário:
- Situação de Isolamento;
- Trabalho Infantil;
- Vivência de Violência e/ou Negligência;
- Fora da escola ou com defasagem escolar superior a 02 anos;
- Em situação de acolhimento;
- Em cumprimento de Medida Socioeducativa em meio aberto;
- Egressos de Medidas Socioeducativas;
- Situação de abuso e/ou exploração sexual;
- Com medidas de Proteção do Estatuto da Criança e do Adolescente;
- Situação de Rua;
- Vulnerabilidade que diz respeito às pessoas com deficiência;
 
Acompanhamento
O acompanhamento é realizado presencialmente junto a equipe técnica nas dependências do CRAS.
Responsável pelo serviço:
Responsável pelo atendimento
ATENDIMENTO:
O horário de atendimento do CRAS é das 8h às 16h
Serviço relacionado a secretaria:
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social
Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social
Mario Henrique Parreira Simões De Souza
ATENDIMENTO:
8h às 16h
TELEFONE:
(14) 3554-3421
ENDEREÇO:
Av. do Café, 73 - Centro
Localização
Av: Jacob Zucchi, nº 200 - Centro CEP: 16503‐000
Contato
logo rodapé
Atendimento
Atendimento de Segunda-feira a Sexta-feira das 8:00 as 16:00.
Acompanhe a gente!
Instagram
Facebook
Versão do Sistema: 3.1.7 - 02/12/2021
Seta
Versão do Sistema: 3.1.7 - 02/12/2021
Copyright Instar - 2006-2021. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia